A euforia dos universos paralelos

Home > Edição 2022 > A euforia dos universos paralelos

No segundo dia da Conferência do Rio2C 2022, o painel A euforia dos universos paralelos, imersivos e descentralizados, trouxe para discussão como as novas tecnologias estão nos permitindo criar novos personagens, novas redes, novas comunidades e novas relações. 

Veja como foi o segundo dia da Conferência do Rio2C 2022 

Mas antes de entrar na discussão, já se perguntou o que é universo paralelo? Ou mesmo do que se trata o metaverso, palavra que ficou difundida com a mudança do nome da empresa Facebook para Meta. 

A ideia de um universo paralelo digital e imersivo não é nova na cultura humana. Escrito em 1984 pelo pai no gênero cyberpunk, William Gibson, o romance “Neuromancer” já explorava a ideia de um ciberespaço onde hackers podiam se conectar e viver aventuras de forma coletiva e dentro uma nova realidade paralela. 

Mas, por que esses universos digitais, que já existiam de alguma forma há mais de duas décadas, se tornaram o futuro da tecnologia? Qual o impacto na nossa percepção de tempo e espaço, a partir destas experiências imersivas e descentralizadas? E, afinal, para onde isso vai nos levar? 

A euforia dos universos paralelos, imersivos e descentralizados 

O painel, que ocorreu no dia 28/04/2022, no palco GlobalStage, foi mediado pelo CEO da DRUID, Claudio Lima e teve como palestrantes a fundadora da BRIFW, Olivia Merquior, e o CEO da rede Vamos Coletivo, Dodô Azevedo. 

Os palestrantes 

Claudio Lima é fundador e CEO da DRUID Creative Gaming, uma agência dedicada a criar novas conexões entre o público e as marcas, usando games, metaverso e blockchain, com trabalhos para alguns dos maiores games e marcas do Brasil como Fortnite, Itaú, Submarino, Samsung, Google e outros. 

Idealizadora da Brazil Immersive Fashion Week, primeira semana de moda imersiva da América Latina, Olivia Merquior vem estabelecendo plataformas de fomento para práticas criativas com recursos tecnológicos entre comunidades de diversos países latinos. Foi uma das responsáveis pelo primeiro desfile full 3D apresentado na SPFW, pela primeira exposição de moda em metaverso e pelo primeiro desfile digital da América Latina. 

Dodô ajudou a fundar o O Globo Online, em 1999, pioneiro no setor. Publicou três romances de ficção, dois pela editora Rocco, um pela Editora Leya. Professor de cinema, filosofia, estudos decoloniais e história da cultura e da arte negra. Roteirista e diretor de seus filmes. Roteirista da TV Globo e série para Netflix. Fundou a rede VAMOS COLETIVO, que busca mapear coletivos que no Brasil usem redes sociais para fazer diferença na vida real. 

Mas a euforia do metaverso se justifica? 

X













    Sim, desejo receber informações sobre ofertas exclusivas, comunicações comerciais e notícias do Rio2C e seus parceiros através de qualquer meio físico ou digital.