Ministério do Turismo, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura e Economia Criativa, Lei Estadual de Incentivo à Cultura, Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro, Secretaria Municipal de Cultura apresentam:
PT | EN
Coronavírus. Saiba como proteger você e sua família. Acesse saude.gov.br/coronavirus

Educação do Futuro já é realidade

A Educação do Futuro chegou! As competências para se manter no mercado de trabalho não são as mesmas e você precisa estar preparado para aprender a resolver problemas de forma criativa. O episódio “Educar para o Amanhã”, da série Pretérito do Futuro, questiona qual seria a educação ideal para a sociedade atual e mostra que mudanças já estão sendo feitas.

Conheça mais sobre a série Pretérito do Futuro.

  • Você decorou a tabuada?

Se todo mundo teve que decorar a tabuada, vocês não apredeneram Matemática. E por que tivemos que decorar a tabuada, se ela não ensina a Matemática? A educação que tivemos, e que ainda temos hoje em dia, ela está em transformação, foi uma educação baseada no século passado. O século passado primava para que você decorasse as coisas ao invés de aprender.

Guga Stocco – Empresário e Investidor

  • Qual é a fórmula Bhaskara?

Você que lembrou da fórmula de Bhaskara, para que ela serve?

Guga Stocco – Empresário e Investidor

A Revolução Industrial trouxe o conceito de linha de produção na qual cada pessoa é responsável por fazer uma parte do todo, ou seja, o que os artesãos faziam antigamente que era criar um produto como um todo, por exemplo, um sapato, deixou de fazer sentido. Na linha de produção este sapato é produzido em larga escala, demandando pessoas com expertises específicas para exercer funções repetitivas em cada etapa. Então, para que aprender se a repetição, ou seja, decorar já é suficiente? Será que este modelo ainda faz sentido no mundo de hoje?

Temos que fazer a sala de aula acompanhar essa mudança de modelo. Do modelo da Era Industrial, que a gente ensinava conteúdos específicos para pessoas que iam exercer funções separadas, para um modelo da Era da Informação, em que vamos trabalhar em equipes multidisciplinares.

Mariana Ochs – Educadora e Google Innovator, Modesign (2018)

  • Decorar x Aprender

Decorar não é o mesmo que aprender. Saber qual é a fórmula que deve ser usada em um problema matemático não quer dizer que você aprendeu matemática, apenas que você decorou o tipo de fórmula para cada situação.

Imagem mostrando uma professora ensinando em casa | Rio2C
  • Teoria X Prática

Conhecimento é importante para a humanidade em todos os sentidos, mas é preciso colocar em prática o que se aprende. Mas será que as escolhas ensinam os alunos a praticar o que aprendem com os livros ou apenas a decorar as respostas para as provas?

  • Monólogo X Diálogo

O aluno precisa se sentir parte da sala de aula, trazer seus questionamentos e ideias, poder dialogar com o professor. O diálogo é fundamental para que mentes se tornem criativas e seres humanos saibam aceitar diferenças.

Mas como trazer novos conceitos para as salas de aulas? Já existe, na prática, uma Educação do Futuro? Confira o episódio na íntegra!